8 erros fatais de queda que podem arruinar suas rosas

 8 erros fatais de queda que podem arruinar suas rosas



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Para que as rosas se deliciem com uma floração exuberante e um aspecto saudável, é importante evitar erros de jardineiros muito atenciosos e ter em conta as regras de cuidado da planta. O trabalho de outono no roseiral é realizado em tempo hábil e no volume necessário.

Isole com antecedência

A hora exata para abrigar flores para o inverno depende do clima e do tempo. As primeiras geadas costumam durar pouco, então não cubra as plantas imediatamente. Isso se deve ao fato de que as rosas são bastante resistentes à geada e são capazes de sobreviver com sucesso a uma onda de frio de curto prazo.

Você pode determinar a data para o abrigo dos arbustos com base na previsão do tempo.

Escolha o horário após o fim das chuvas e início de um resfriamento estável, se a temperatura do ar congelante se estabelecer por mais de uma semana, vale a pena cuidar das flores.

Amarre rosas com corda de fibra natural

Longos ramos de rosas precisam de um suporte ao qual sejam amarrados. Se você usar uma corda de linho, algodão ou outras fibras naturais para isso, pode perder lindas flores.

Mas a linha de pesca não funcionará como liga. É fino e pode cortar ramos novos.

Esses materiais absorvem rapidamente a umidade e apodrecem. Isso prejudica as plantas. O fio de polipropileno é ideal para fixar os caules. Distingue-se pela durabilidade, baixo custo, não apodrece e serve por muitos anos.

Spud com solo úmido

Durante a estação das chuvas, você não deve recorrer a amontoa de rosas, pois a terra úmida pode contribuir para o apodrecimento dos caules da cultura. Se o tempo for seco e bastante frio, então será fácil limpar o solo dos arbustos. Depois disso, você pode fazer e abrigar plantas para o inverno.

Isole o arbusto com folhagem caída de uma rosa

Folhas caídas de roseiras não são adequadas para isolamento, pois muitas vezes se tornam portadoras de infecções fúngicas. Folhas secas de carvalho são uma das opções mais simples.

No próximo ano, a turfa servirá como um bom fertilizante para os arbustos.

Os especialistas recomendam o uso de turfa de alto pântano como material de cobertura. Possui alto teor de umidade, congela rapidamente e descongela lentamente na primavera. A temperatura dentro de tal abrigo será constante.

Use polietileno para abrigo

O filme hermético não permitirá que o excesso de umidade evapore ou congele, o que cria um ambiente favorável para o crescimento de micróbios sob tal abrigo. O método pode ser usado se a planta for plantada em solo arenoso e seco.

O material está bem fixado, pois a neve pode danificar o abrigo.

Para garantir que as rosas fiquem confortáveis, é melhor fazer uma caixa seca. Assemelha-se a uma estufa, pois consiste em arcos de polipropileno e spunbond ou lutrasil.

Não remova a folhagem para o inverno

Todas as folhas que não caíram antes da geada são removidas dos arbustos. Caso contrário, apodrecerão e aparecerá uma infecção que prejudicará a planta Antes de instalar o abrigo, certifique-se de remover toda a folhagem. Ao preparar rosas para o inverno, os arbustos são cuidadosamente limpos de brotos verdes jovens.

Corra para podar os brotos

A poda de outono é realizada quando aparecem as primeiras geadas noturnas, mas antes do início do frio persistente. Se isso for feito mais cedo, o crescimento dos brotos começará completamente desnecessário e destrutivo durante este período.As hastes são cortadas em um ângulo de 45 graus. Em galhos finos, as feridas são tratadas com verde brilhante e, para as grossas, a varinha de jardim é adequada. O procedimento é realizado antes de amontoar ou instalar um abrigo.

Tudo isso deve ser feito antes de novembro, e na Sibéria e nas regiões do norte - até o final de outubro ou início de novembro.

Dobre rosas na geada

Alguns produtores, com o início da geada, dobram os caules das rosas. Isso é incorreto e leva ao fato de que a casca no lugar da dobra congela e se quebra. Aparecem feridas através das quais as bactérias patogênicas penetram.

O resultado - na primavera, as rosas podem acordar mal da hibernação, o crescimento será interrompido, a floração ficará fraca.

Ao sair, é importante considerar o momento de todos os procedimentos. Caso contrário, as rosas não apreciarão o cuidado e podem morrer mesmo durante todos os eventos.

[Votos: 4 Média: 4,8]


Mãe, o que você deve fazer na dacha em novembro?

Não resisti e não entrei na conversa sobre o trabalho de novembro na horta. Meus filhos e meu marido me olham surpresos quando corro para a dacha no fim de semana: o que posso fazer lá agora ?! - eles estão perplexos.


Casa de verão em novembro

E eles simplesmente não querem entender que, para tornar agradável estar no jardim no verão, é necessário muito trabalho, não só na primavera, mas também no final do ano. - para prepará-lo para o inverno. E o que estou fazendo na dacha em novembro?


Trabalhos de primavera na horta e na horta - procedimento detalhado!

O terreno pessoal precisa de cuidados quase o ano todo: a primavera é a época de sair da hibernação e preparar a terra e as plantas para uma nova safra. O verão é a época de cuidar das plantas. O outono é a época de colheita e preparação da terra e do jardim para o inverno rigoroso. Somente no inverno o ávido residente de verão tem uma folga, e mesmo nessa época o enredo pessoal precisa de alguma supervisão.

Trabalho de primavera na horta e horta

A primavera é a época do despertar da natureza após o frio, preparando o terreno e o jardim para uma nova colheita. Mas na primavera o clima é tão caprichoso e imprevisível que antes de começar a trabalhar no jardim e no solo, você deve navegar no primeiro mês da primavera não por datas, mas pelas condições meteorológicas.

O primeiro trabalho no jardim e jardim com a chegada da primavera

Em março, a neve e a geada costumam interferir na jardinagem doméstica. Mas mesmo neste momento, você pode encontrar uma atividade que vai ajudar a melhorar o visual do local, ajudar árvores e arbustos, e preparar o terreno.

Manutenção de jardins em março

Se o primeiro mês da primavera for rico em neve, você deve tentar proteger as fruteiras de danos sacudindo a neve das copas. Devido à alternância de geada e degelo, a neve torna-se pesada e pegajosa, podendo quebrar galhos de árvores frágeis.

Se a neve ainda não derreteu, ela precisa ser sacudida dos galhos.

A primavera é uma época difícil para lebres e pequenos roedores, por isso é aconselhável verificar a integridade da casca das árvores frutíferas jovens. Se houver muita neve perto dos troncos, é aconselhável limpá-la para que os animais não cheguem aos galhos.

A foto mostra uma das medidas para proteger a casca da árvore de roedores

Cuidados com árvores coníferas

Na primavera, o sol brilha bastante e os raios solares podem danificar as copas das coníferas, principalmente se houver neve no solo que reflita a luz.

Se as árvores jovens estão localizadas em áreas abertas, é aconselhável cobrir seus galhos da radiação ultravioleta escaldante. As coroas amarradas com barbante podem ser cobertas com estopa ou colchas velhas.

Para árvores pequenas, você pode construir escudos especiais. Quando a neve derrete, a proteção pode ser removida.

Se possível, é recomendável adicionar água morna sob as raízes das coníferas. Isso ajudará a derreter o solo congelado ao redor das raízes e evitar que as plantas fiquem desidratadas.

Cuidado com árvores frutíferas

Se os troncos das árvores não forem caiados no outono ou inverno, isso deve ser feito no início da primavera. Como alternativa, você pode embrulhar os baús com papel de cor clara. Isso protegerá a casca das queimaduras solares. A caiação protegerá a casca das plantas de pragas que certamente aparecerão com o início do calor.

Até que a neve derreta, você deve começar a podar os galhos das árvores frutíferas. Isso ajudará não apenas a remover o excesso de brotos, mas também a formar corretamente a altura e o formato da copa.

Vale a pena conhecer. Você precisa formar uma coroa a cada poucos anos. A poda dos galhos anualmente pode enfraquecer a árvore e reduzir a produção.

Vídeo - Como aparar corretamente as copas das árvores frutíferas

Quando a temperatura do ar sobe acima de 5 a 6 graus, os galhos das árvores frutíferas devem ser pulverizados com inseticidas especiais contra pragas e doenças. É importante fazer isso antes que as primeiras folhas apareçam.

Pulverizando árvores frutíferas

Se muita neve se acumulou no jardim durante o inverno e em março começou a derreter ativamente, a água não deve ficar estagnada no solo. Com o auxílio de pequenas valas cavadas no solo, é necessário garantir o escoamento da água do local. Caso contrário, as raízes das árvores em uma área inundada não podem "respirar".

Em dias de sol, você pode começar a abrir brotos de rosas e outras flores que adoram o calor para evitar que a condensação se acumule sob a película e "endureça" as plantas.

Ventilação de arbustos cobertos

No final de março, os bulbos de narcisos e lírios podem ser removidos dos materiais de cobertura. As geadas noturnas não são terríveis para essas flores.

A liberação do terreno e do jardim da cobertura de neve deve ser observada com uma limpeza completa. Você deve remover folhas velhas e galhos quebrados do solo, varrer os caminhos do jardim, limpá-los de musgo. Você também pode inspecionar móveis de jardim, consertar ou pintar bancadas.

O trabalho de jardinagem em março está semeando sementes de tomate e pimentão para as mudas. As mudas são cultivadas em recipientes especiais em casa, no peitoril das janelas.

Nós cultivamos mudas em março

Vídeo - Como cultivar adequadamente mudas de tomate em casa

Abril

Neste mês, muita atenção é dada à preparação do terreno para o plantio de plantas, e abril é o mês mais trabalhoso e agitado para os moradores do verão.

Trabalho no terreno

Abril é a época de trabalhar com a terra. Mas antes de começar a cavar um jardim, você deve conhecer os truques agrícolas.

    Você não pode cavar terra úmida. Se o solo estiver muito úmido e grandes camadas de solo forem arrancadas ao trabalhar com uma pá, é necessário aguardar a drenagem da água. Do contrário, ao cavar, você pode fazer torrões de terra com suas próprias mãos, que não quebrará com um único ancinho. Além disso, não se deve atrasar o processamento - muita terra seca torna-se como areia e pouco saturada com oxigênio. A umidade ideal é verificada de forma simples: você precisa apertar um pedaço de terra em suas mãos, o ideal é que ele se desintegre em pequenos fragmentos. Se se esfarelar, o solo está muito seco, se permanecer um caroço denso, ainda há muita umidade.

Cavando a Terra do Jardim Ao cavar a terra, fertilize-a. É melhor usar matéria orgânica: esterco, composto, turfa. Nitrogênio e fertilizantes minerais podem ser adicionados após o tratamento, superficialmente.

Fertilizantes e fertilizantes no jardim

  • Para reduzir o número de ervas daninhas em canteiros futuros, é necessário remover as raízes do solo ao cavar e gradar. Este não é um trabalho fácil, já que você terá que se dobrar muito, mas este método de capina profunda terá retorno no verão.
  • Que safras são semeadas em abril

    descrição do item
    Ervilhas, pastinacas, rabanetes, nabos, alho, cebolas são plantados em terreno aberto, o plantio não precisa de isolamento de folha. Pepinos, tomate, pimenta, abóbora As sementes germinam em casa. No final de abril, sujeito ao clima quente, as mudas são levadas para fora para o endurecimento. Cenoura, espinafre, salsa, aipo Semeado ao ar livre, mas as camas devem ser cobertas com papel alumínio.

    Se você planeja plantar batata, então no início de abril você deve separar os tubérculos para o plantio, colocando-os em um local bem ventilado e iluminado para a vernalização. As batatas não devem ser expostas à luz solar direta.

    Se alho e cebola de inverno foram semeados para o inverno, remova a camada de cobertura morta, afrouxe e alimente o solo com colheitas.

    Em abril, você precisa preparar estufas para novos plantios. Além de cavar e fertilizar, o solo deve ser desinfetado. Para esses fins, utiliza-se um líquido bordalês a 3%. Recomenda-se também a lavagem de vidro ou plástico na estufa para melhorar a transmissão de luz do material.

    A estufa deve ser bem lavada

    Trabalho de abril no jardim

    No início do mês, você precisa fertilizar o sistema radicular das árvores frutíferas e arbustos.

    Fertilizando sob a macieira

    Em abril, após o derretimento da neve, é necessário remover todos os arreios das árvores, remover os ramos de abeto de proteção e os escudos do sol.

    Se o solo estiver muito úmido, não pise nas raízes das árvores, pois isso prejudicará sua nutrição e saturação de oxigênio.

    No meio do mês, pode-se começar a renovar o jardim plantando mudas de árvores ou arbustos em covas preparadas com antecedência e adubadas com matéria orgânica e cinzas. As mudas devem ser amarradas.

    Plantar mudas de árvores e arbustos

    Você precisa observar cuidadosamente todas as árvores e arbustos para se certificar de que nenhuma praga apareceu na casca ou nos galhos. Além disso, para fins preventivos, é necessário tratar os troncos das plantas com uma solução de sulfato de cobre.

    Com o início do calor, você pode fazer morangos. A palha deve ser removida, solta e fertilizada ao redor dos brotos.

    Cuidar de arbustos de morango

    Trabalho no Jardim

    Maio é um mês de clima instável: faz calor durante o dia e geada à noite. São as geadas noturnas de maio que podem destruir toda a safra, se você não agir. Também em maio, todas as plantas e safras são plantadas nos canteiros e estufas, então o mês para os residentes de verão e jardineiros é muito estressante.

    Pode trabalhar na horta e jardim

    No último mês da primavera, é preciso tentar finalmente formar os canteiros. A couve é plantada em terreno aberto, semeia-se azeda, cebola, cenoura, ervas aromáticas e especiarias.

    Fazendo canteiros e semeando sementes

    Todos os brotos de cenoura e beterraba devem ser desbastados e alimentados. Recomenda-se regar os rebentos após 3-4 dias. A remoção de ervas daninhas deve ser feita com cuidado, pois os brotos dos vegetais ainda são muito fracos e se danificam facilmente.

    Alimentando morangos na primavera - foto

    As lavouras de cebola são desbastadas, alimentadas com uma mistura de verbasco, sal de potássio e fertilizantes fosfatados. É melhor combinar a alimentação com a rega. Para que as plantas recebam oxigênio suficiente, é necessário afrouxar periodicamente o solo perto das fileiras de lâmpadas.

    Não se esqueça do alho. Os canteiros com esta cultura devem ser regados frequente e completamente, caso contrário o alho começa a encolher sem água. Em meados de maio, você precisa remover as flechas com cuidado, caso contrário, esses brotos puxarão a maioria dos nutrientes.

    Em meados de maio, você pode plantar mudas de tomate, pimentão, berinjela em uma estufa ou campo aberto, sob um filme.

    Plantar mudas sob um filme ou em uma mini estufa

    Calendário folclórico de semeadura de plantas em campo aberto

    descrição do item
    Pepinos Você pode semear sob uma película após a floração das cinzas da montanha, não haverá geadas fortes no solo. Abóbora e abóbora Essas safras podem ser semeadas depois que as peônias estiverem em plena floração. Rabanete precoce, mudas de repolho branco, ervilhas Essas safras podem ser plantadas e semeadas em terreno aberto após o florescimento dos narcisos. Variedades de verão de rabanetes, rabanetes, feijão Estas culturas podem ser semeadas após o florescimento do castanheiro. Pepinos no início do filme, salada verde Pode ser plantada depois que o lilás floresce

    As batatas são plantadas em maio. Costuma-se semear as primeiras no início do mês, as posteriores a meio ou no final de maio.

    É importante saber. Os rebentos frágeis e delicados das plantações de jardim precisam de mais alimentação e água. Principalmente, não se esqueça daquelas plantas que são plantadas em estufas. Você também deve pulverizar as mudas em tempo hábil com agentes de controle de pragas.

    Pode trabalhar no jardim

    Se um gramado for plantado no local, então em maio você deve começar a cortar a grama. Enquanto o chão estiver molhado, não pise muito no gramado, caso contrário, aparecerão "manchas carecas" nele. É importante remover todas as ervas daninhas emergentes durante o processo de corte.

    Durante o período de floração das árvores frutíferas, os jardineiros devem ser cautelosos com as geadas noturnas, porque as flores danificadas pela geada não dão ovários. Para preservar a colheita, você pode tentar proteger as árvores dos efeitos do frio. Para tanto, são utilizadas bombas de fumaça ou pequenos fornos de churrasco portáteis, nos quais o fogo deve ser mantido aceso a noite toda.

    Depois que os botões aparecem nas árvores frutíferas, você precisa tomar cuidado para que as pragas não destruam a colheita futura.

    Para a prevenção e destruição de comedores de flores de maçã, carrapatos, mariposas, pulgões, sugador de maçã, você precisa preparar a seguinte mistura: 60 gramas de karbofos, 80 gramas de oxicloreto de cobre e 40 gramas de clorofos são diluídos para 20 litros de água. Essas substâncias podem ser adquiridas em lojas especializadas.

    A mistura resultante é pulverizada nas copas e ramos de todas as árvores e arbustos disponíveis no jardim. Se o tratamento inicial não ajudar, você pode repetir o procedimento antes da floração de árvores frutíferas e arbustos.

    Com o aparecimento das primeiras folhas nas árvores, é possível verificar quais ramos foram danificados pelas geadas de inverno. Os galhos mortos precisam ser cortados, recomenda-se cobrir os pontos de corte com tinta a óleo comum.

    No início de maio, você precisa trabalhar com uma framboesa de jardim. Os brotos que caem no chão durante o inverno devem ser endireitados e amarrados a uma treliça ou cerca. Recomenda-se cortar ramos danificados na raiz, o restante dos brotos deve ser cortado ao longo do primeiro botão formado. Framboesas precisam ser alimentadas; fertilizantes orgânicos são adequados para esses fins. A cobertura pode ser combinada com rega.

    É importante inspecionar todos os arbustos de groselha e groselha preta no local. Durante a floração e a formação do ovário, essas plantações são um verdadeiro deleite para as formigas. Para preservar a colheita, um pedaço de pano deve ser embebido em querosene e colocado na raiz dos arbustos. Você não pode derramar querosene no solo, pode afetar adversamente as plantas.

    É importante saber. Se aparecerem sinais de duplicidade nas groselhas pretas durante o período de floração, o arbusto deve ser arrancado imediatamente, caso contrário, existe o risco de infectar todas as plantas do jardim. Terry, causado por pulgões e ácaros renais, não tem cura.

    Para que o jardim e o jardim agradem com uma rica colheita, você precisa estar atento às plantas plantadas todos os dias durante todo o período de jardinagem.


    Como manter rosas no jardim: o que cobrir para o inverno

    Uma linda rosa é uma flor caprichosa e delicada.

    Para que uma roseira perene agrade com uma floração abundante e exuberante ano a ano, é necessário prepará-la e isolá-la adequadamente no outono. Uma rosa descoberta no inverno certamente congelará e morrerá.

    O mesmo pode acontecer com um arbusto coberto casualmente. Cuide da sua beleza e isole-a adequadamente para o inverno.

    Nem todas as mudas são igualmente resistentes ao inverno

    Antes de falarmos sobre como aquecer uma roseira para o inverno, vamos descobrir algumas nuances importantes de aquisição de plantas. Nunca compre ações de vendedores desconhecidos! Não pode ser determinado por sua aparência se esta variedade é resistente ao frio. Vale a pena comprar uma muda somente de fornecedores confiáveis ​​e com base em uma recomendação.

    Na fase de decisão de compra de roseiras, é útil pensar nos seguintes pontos:

    • variedades de rosas. Alguns são mais fáceis de tolerar o inverno, o segundo - quase não aguento. Esses dados devem ser incluídos na descrição do catálogo. As mais resistentes ao frio são as rosas do parque, que podem ser deixadas descobertas, e as que mais demandam calor são os chás híbridos.
    • as roseiras são baixas e altas, eretas e trepadeiras. Alguns deles são mais fáceis de cobrir, outros são mais pesados ​​e outros ainda consomem muita energia. Considere suas opções
    • densidade de plantio. As plantas sentadas lado a lado sobrevivem melhor no inverno e são mais fáceis de cobrir do que os arbustos plantados aqui e ali. O que é mais rápido - construir um abrigo grande e de alta qualidade ou vários abrigos pequenos?

    Preparando rosas para se abrigar antes do inverno

    Antes de embrulhar seus arbustos de rosa, certifique-se de fazer uma série de atividades importantes para ajudá-los a passar o inverno de forma relativamente confortável.

    Evento objetivo Como fazer
    Não corte flores no outono Prevenção do surgimento de novos brotos
    Pare de alimentar Cessação do crescimento da planta
    Troncos claros de folhas Prevenção de doença Em outubro, a partir do solo, é necessário limpar os galhos das folhas velhas. A direção do movimento é de cima para baixo. As folhas não devem ser jogadas fora, mas queimadas. Ao mesmo tempo, você precisa retirar todas as folhas velhas e grama seca de debaixo do arbusto.
    Pulverização com fungicidas Prevenção de doenças fúngicas - queimadura infecciosa No final do inverno, colônias perigosas de fungos podem se desenvolver em caules protegidos. Para a profilaxia, antes do abrigo, você precisa pulverizar os arbustos com sulfato de cobre ou ferro
    Empilhando o tronco da raiz com areia limpa Proteção adicional contra o frio Polvilhe bastante areia no chão para que fique alguns centímetros em forma de escorregador, cobrindo os caules. Atenção: não use turfa, terra ou serragem para esses fins! Eles congelam no inverno e se tornam impenetráveis ​​à luz do sol. Na primavera, a parte do solo esquenta rapidamente, enquanto as raízes "sob o escudo" ficam no frio por muito tempo. Como resultado, uma planta privada de nutrição morre.

    Maneiras de esconder rosas para o inverno

    Abaixo estão diferentes maneiras de preservar delicados brotos rosa. Jardineiros diferentes se adaptam aos seus. É necessário começar a cobrir as obras na faixa do meio a partir de meados de outubro, antes das primeiras geadas.

    Ar seco

    O mais prático, mas também o que mais consome material. Uma cobertura de escudos ou placas é construída sobre os arbustos, o principal requisito para isso é suportar a pressão das massas de neve. As bordas do dossel são colocadas em tijolos ou cânhamo de uma barra.

    Acima você precisa jogar um material de aquecimento - polietileno ou tecido não tecido. Nas bordas, o material de cobertura é pressionado firmemente contra o solo com tijolos. A altura do dossel deve ser calculada com base na altura do arbusto.

    Aproximadamente: para trepar rosas altas - até 80 cm, para subdimensionadas - até 50 cm Os ramos podem ser dobrados, mas para que não se partam.

    Observe que a própria neve é ​​uma cobertura. Montes de neve no topo da copa servirão para o bem, mas você mesmo terá que jogar neve nas laterais. Em meados de março, é aconselhável retirar a neve de cima para evitar o sobreaquecimento das plantas. Também pode ser retirado pelas laterais para abrir um pouco o "abrigo" para arejar e endurecer a bucha.

    Abrigo com ramos de abeto

    A secagem ao ar é a maneira mais segura de manter as rosas em seu jardim. Mas nem todos os jardineiros têm a oportunidade de construir casas. Para muitos, um ramo de abeto mais barato e mais rápido é adequado.

    No final de outubro, após realizar as atividades descritas na tabela acima, é necessário estocar ramos de abeto e primeiro cobrir o solo sob os arbustos com eles. Os próprios arbustos precisam ser preparados - corte as folhas e os pecíolos.

    Em seguida, dobre os brotos e reúna-os em um cacho, se possível, ou em vários cachos, se todos crescerem em direções diferentes. Enrole os feixes com barbante, fixe-os perto do solo com arcos de ferro, jogue-os abundantemente com ramos de abeto. A estrutura deve ser coberta com um tecido por cima.

    Este método permite que o ar passe pelo abrigo, reduzindo assim o risco de infecção por fungos e podridão. As bordas do tecido não tecido são fixadas com uma carga.

    Quadro feito de arcos ou elo de corrente

    Para rosas trepadeiras tortas e arbustos que crescem em fileira, é conveniente construir uma estufa com arcos de ferro, aros de ginástica cortados ao meio ou um retângulo de malha.

    Primeiro, o solo sob as plantas é limpo de folhas velhas e detritos e coberto com ramos de abeto. As rosas trepadeiras dobram-se, fixam-se e as pequenas e verticais não se tocam.

    Além disso, no topo dos arbustos na mesma distância, arcos ou uma rede são cravados no solo, que são cobertos com uma película, e no topo com um pano não tecido ou material de cobertura. As bordas estão presas com segurança.

    Abrigo para arbustos pequenos

    É mais fácil isolar pequenos arbustos individuais. Caixas de vegetais, caixas e cestos são adequados para a estrutura. Após a realização das medidas preparatórias, é colocada uma caixa com furos no arbusto e sobre ela lançada uma fibra, um não tecido ou um pedaço de material de cobertura. As bordas do material são pressionadas contra o solo.

    Neste artigo, falamos sobre como cobrir adequadamente as roseiras para o inverno. Mas existem variedades que precisam ser cortadas antes do abrigo. A poda de rosas é um evento importante, um artigo separado será dedicado a ele.

    Cuide bem dos seus preciosos arbustos, pois no verão eles vão deliciá-lo com flores exuberantes e os vizinhos vão fazer você ficar boquiaberto de admiração.


    Como e o que regar rosas de jardim na primavera, verão, outono

    As roseiras exuberantes sempre chamam a atenção dos jardineiros por sua sofisticação, magia, aroma charmoso e delicado. Mas também muito trabalho terá de ser investido no cultivo de belos caprichos. Para que o jardim fique cheio de flores frescas e brilhantes por muito tempo, é necessário cuidar bem dos arbustos, saber regar as rosas para que o meigo animalzinho se sinta bem.

    Com que freqüência a rosa deve ser regada

    Como regar as rosas do jardim para que se deliciem com o seu florescimento

    A roseira é uma planta que ama a umidade, a falta de água afeta o brilho da cor e a suculência das folhas, os botões ficam menores e perdem sua atratividade natural. Mas o excesso de umidade também pode ser prejudicial, então você precisa saber com que freqüência você precisa regar a rosa para que suas flores favoritas decorem o jardim por muito tempo.

    Os jardineiros recomendam lembrar duas regras importantes que devem ser seguidas se houver um desejo de ver flores abundantes e brilhantes no jardim:

    1. Não regue as rosas durante o período abafado do dia, pois gotículas de umidade nas folhas e pétalas de rosa podem causar queimaduras graves.
    2. Você não pode regar a planta à noite se não quiser que ela seja infectada por um fungo.

    Seguir essas regras simples aumentará a vida útil da planta e aumentará a tolerância à seca nas roseiras.

    No modo normal, recomenda-se regar a rosa pelo menos uma vez por semana; em tempo muito seco e abafado, a rega pode ser aumentada.

    Os arbustos jovens ou transplantados precisam de rega frequente e abundante, o que lhes permitirá criar raízes com segurança num novo local.

    As plantas precisam de rega frequente e abundante no momento em que os botões começam a florescer ativamente, quando as folhas novas e os rebentos aparecem e depois que a rosa floresceu pela primeira vez.

    Regras básicas para regar corretamente as rosas

    Apenas amar e admirar as rosas não é suficiente para seu crescimento ativo e floração exuberante. É necessário organizar com competência o processo de cuidar das flores, para fazer uma rega eficaz. Existem algumas dicas sobre a melhor forma de fazer isso.

    1. Primeiro conselho: certifique-se de colocar um rolo de terra ao redor da roseira. Isso evitará a perda de umidade durante a rega, pois a água cairá diretamente sobre as raízes, sem se espalhar por toda a superfície do solo e não evaporar em vão.
    2. Segunda dica: sempre defenda a água com que vai regar suas plantas. Existem muitas substâncias nocivas na água da torneira que podem danificar um arbusto de flores. A água deve ser quente: as flores, como as crianças, da água fria podem simplesmente adoecer e murchar. Se possível, regue as roseiras com a água coletada após a chuva. A água da chuva contém sais menos nocivos, o que favorece a floração e o crescimento das suas variedades favoritas.
    3. Dica três: dê água aos seus animais de estimação semanalmente. Fique atento às mudanças climáticas e, se necessário, controle a dose de rega.
    4. Quarta dica: não poupe água. Um balde padrão geralmente é suficiente para uma roseira.
    5. Quinto conselho: não permita a formação de uma crosta terrestre, caso contrário a rosa simplesmente sufocará. Afrouxe o solo ou a cobertura morta com mais frequência - cubra a camada superior da terra com resíduos orgânicos (palha cortada, húmus de folhas, turfa, casca de árvore) - isso eliminará o problema.
    6. Sexta dica: compre um regador pequeno. Com sua ajuda, você pode ir fundo no mato, umedecer todos os lugares secos.
    7. Sétima dica: exclua a irrigação da mangueira. A rosa não precisa de rega superficial, prefere beber em abundância.

    Vídeo "Como regar rosas de jardim"

    Como regar corretamente as rosas na primavera

    Como regar as rosas depois do inverno, com o aparecimento dos primeiros raios quentes do sol? As rosas ainda dormem e quero acordá-las com especial ternura e carinho, para dar forças para um desenvolvimento saudável e bem-sucedido.

    Na primavera, durante o período de crescimento ativo, as rosas também precisam de rega semanal e alimentação de alta qualidade. Isso é especialmente verdadeiro para arbustos jovens plantados no solo, eles devem ser regados pela primeira vez a cada dois dias com posterior transferência para o regime padrão. Para os arbustos jovens, a irrigação após o plantio é muito importante para o enraizamento e o crescimento.

    Os rebentos enraizados dos últimos anos preferem tomar banho pelo menos uma vez a cada duas semanas.

    Para não prejudicar a planta e determinar com segurança se o arbusto precisa ser regado, basta tocar o solo sob a cobertura morta: se estiver úmido o suficiente, a rega pode ser adiada por um tempo.

    Como regar corretamente as rosas no verão

    A temporada de verão é a época mais quente do ano, e a rega das roseiras no verão depende diretamente das condições climáticas.

    Em climas quentes, a rega pode ser reduzida à metade - regue uma vez por mês.

    As chuvas abundantes permitem adiar a rega planejada, mas a chuva superficial e leve não é razão para cancelar a próxima rega.

    No verão, é muito importante fazer uma inspeção visual do jardim, o estado da planta indicará falta ou excesso de rega. Com uma quantidade insuficiente de umidade, a roseira fica amarela, com quantidade excessiva apodrece, tem um aspecto feio.

    Leia também Fitosporin M para rosas

    Como regar corretamente as rosas no outono

    No outono, no primeiro mês, a rega é moderadamente reduzida. Isso se justifica, pois o curativo úmido raro inibe o crescimento vegetativo da planta, reduz o risco de brotações prematuras, que podem simplesmente morrer nas noites frias.

    Como regar adequadamente as rosas no inverno

    No inverno, os jardineiros recomendam que cerca de duas semanas antes do início da geada, regue os arbustos abundantemente com água pela última vez, bata e cubra. As rosas toleram melhor o sono de inverno em um estado "seco".

    Como regar rosas durante a alimentação

    A água para as plantas é uma espécie de condutora de nutrientes, portanto, uma boa umidade do solo antes da alimentação e, de preferência após, é muito importante.
    Os amantes da rosa recomendam enfaticamente minimizar os danos aos belos botões delicados regando previamente antes de alimentar a planta novamente. A água pode ser fortificada com a adição de vários nutrientes naturais.

    Regras básicas para a introdução de curativos minerais

    Antes de aplicar fertilizantes orgânicos ou minerais, os floristas recomendam regar primeiro o solo sob as flores.

    Uma roseira de jardim de plantio na primavera este ano não requer adubação mineral, porque a terra é sempre fertilizada antes de plantar a planta no solo.

    O arbusto de flores do plantio de outono precisa de apoio apenas na próxima primavera, e mesmo assim pela metade.

    Deve ser lembrado que a alimentação mineral ou orgânica inadequadamente selecionada pode levar a várias doenças dos arbustos, é recomendado não superalimentar as flores com fertilizantes minerais e orgânicos.

    O clima quente e seco é considerado um fator favorável para a absorção completa dos nutrientes pela planta.

    Infusão de urtiga

    A infusão de urtiga como cobertura é um remédio natural eficaz para qualquer planta. A infusão é saturada com microelementos e nitrogênio importantes para o crescimento. Não é difícil prepará-lo e o resultado supera todas as expectativas.

    Encha qualquer recipiente até a metade com grama e encha-o com água até o topo. Deixe a infusão para fermentação por meio mês. Ao usar a infusão de base, ela deve ser diluída de 1 a 10.

    A infusão de urtiga é usada como um remédio independente, se desejado, pode ser diversificada com várias ervas (por exemplo, camomila, confrei, tansy comum, restos de palha ou grama de um gramado recém aparado, absinto, qualquer erva daninha serve), adicionando eles para a solução preparada.

    Você pode armazenar o medicamento preparado por 15 dias. É melhor usar sempre uma infusão recém-preparada.

    Infusões de ervas daninhas

    O absinto comum, a camomila e o trevo do campo são ervas daninhas ideais para fazer infusões para nutrir rosas de jardim.

    A grama coletada deve ser cortada grosseiramente e completamente cheia de água. A farinha de dolomita é bem misturada na pasta resultante, cerca de 2 kg por 100 litros de água. A infusão não tem um cheiro muito agradável e, para eliminá-la ou abafá-la ligeiramente, pode-se acrescentar preparações microbiológicas, que se vendem já prontas em lojas de jardinagem. Você não terá mais que se preocupar em como regar a rosa para o crescimento e a floração exuberante.

    Solução de vodka com sabonete

    Uma solução à base de sabão tem efeito antimicrobiano. A vodka ou o álcool aumentam muito a ação do sabonete.

    A preparação do produto não exige muito tempo e esforço. Dissolva um tijolo de sabão seco comum ou um saco (200 - 250 ml) de sabonete líquido em água quente, misture com 10 litros de água quente e adicione cerca de 300 - 350 ml de vodka ou álcool desnaturado. Misture tudo bem e use sem diluir conforme as instruções (pulverização).

    Freixo de madeira

    Em um litro de água fervente, cozinhe no vapor dois copos cheios de cinza de madeira. Ponha a mistura no fogo e ferva por não mais que 15 - 20 minutos. Esfrie e coe, se desejar. Antes de usar, dilua com dez litros de água, adicione um comprimido de micronutriente e aplique para polvilhar rosas de jardim.

    Uréia

    Agente antifúngico à base de uréia, repele insetos sugadores - parasitas de roseiras. Você só precisa de um balde de água com uréia dissolvida (30 g) para borrifar as flores.

    Salitre

    Um balde de água com salitre (1 colher de sopa) por balde de água pode ser usado para borrifar a planta para fins profiláticos.

    Método de alimentação fora do padrão

    Muitos jardineiros - amadores oferecem atenção geral - uma maneira incomum de "reviver" rosas após a hibernação - dar-lhes vodka para beber. Para fazer isso, você precisa tomar um copo de vodka em um balde padrão de água (10-15 litros) e regar abundantemente cada arbusto.

    Leia também Como regar uma rosa para crescer

    Uma bela roseira irá deliciá-lo com a sua floração se você se esforçar um pouco para cuidar dela. E tudo o que é necessário, a tempo e corretamente, para regar, fertilizar, proteger de doenças e pragas.


    Como e quando conduzir, por que é necessário

    Alimentar rosas no outono é um dos métodos que afetam o florescimento abundante da planta no próximo ano. Mas nem todo fertilizante é usado nesta temporada. Se um aditivo beneficiar as rosas, o outro prejudicará as flores seriamente e por muito tempo.

    Por que alimentar rosas no outono

    Durante o período de floração, as rosas consomem ativamente os nutrientes do solo. O solo fertilizado na primavera se esgota no outono, e há um longo inverno pela frente, após o qual as flores começarão a crescer rapidamente, mesmo antes de poderem ser fertilizadas.

    • fortalecer as raízes para o inverno
    • restaurar os nutrientes absorvidos na primavera e no verão no solo
    • ajuda as rosas a se adaptarem mais facilmente após a poda
    • aumentar a resistência às geadas das flores
    • prevenir doenças da roseira
    • aumentam a resistência das rosas às pragas.

    A alimentação correta das rosas no outono garantirá uma floração abundante no próximo ano.

    Molhos de outono para rosas

    Antes de começar a alimentar suas rosas, você precisa descobrir quando, quanto e como fertilizar. Cada tipo de alimentação tem seus próprios métodos, termos e métodos.

    Para alcançar uma floração abundante no futuro, as rosas são alimentadas duas vezes no outono. No final de agosto, trago matéria orgânica, já que ainda está muito quente lá fora, as rosas são bem-vindas. Faço a segunda cobertura no início de outubro, enquanto o solo ainda não está congelado, e as rosas já começam a desacelerar o crescimento, a fertilização mineral nesse período será apenas adequada.

    Orgânico

    Muitas vezes você pode ver que os jardineiros preferem os fertilizantes minerais em maior medida, esquecendo ou ignorando a matéria orgânica. E em vão. Os fertilizantes orgânicos abastecem muito bem o solo com substâncias úteis, é no solo fertilizado com matéria orgânica que vivem muitos vermes, que soltam bem o solo, fornecendo-lhe oxigénio.

    Verbasco

    Qualquer jardineiro sempre sabe onde conseguir esterco de vaca. Muito pouco esterco é necessário para fertilizar as rosas. De um bom balde de verbasco, diluído em cem litros de água, sairão dez baldes de adubo orgânico saturado, que deve ser diluído em água 1: 2 na rega. O fertilizante resultante deve ser aplicado sob as raízes. Essa matéria orgânica enriquece as rosas com nitrogênio, evita o início de doenças e aumenta a imunidade das rosas durante o longo período de inverno. Para que a tintura seja de alta qualidade, bastam 7 dias.

    Estrume de vaca é um fertilizante rico em nitrogênio popular

    Se você não observar as proporções e deixar a infusão de esterco muito espessa, pode queimar as raízes, e isso, por sua vez, vai levar à morte da planta. Fiquei pessoalmente convencido no início da minha experiência, quando introduzi uma infusão muito rica sob as raízes das rosas.

    Excremento de frango

    Outro fertilizante orgânico útil para as rosas são os excrementos de galinha. Este suplemento sempre foi considerado valioso pelos jardineiros. Além do nitrogênio natural, os excrementos de frango contêm oligoelementos valiosos, como potássio, zinco, cobalto, enxofre e magnésio. Ao fazer um fertilizante, o frescor das fezes deve ser considerado. Velho o suficiente para diluir em água 1:10, novo - 1:20. Tal como acontece com o esterco de vaca, é melhor não encher do que derramar, caso contrário também pode queimar as raízes, sob as quais é necessário deitar o fertilizante.

    Estrume de galinha é o melhor fertilizante orgânico

    Por experiência própria, aconselho você a trazer esterco de galinha seco no outono. Misturo o esterco de galinha com a terra e salpico as raízes das plantas. Acontece fertilização e, até certo ponto, isolamento.

    Importante! Os fertilizantes de qualquer esterco no outono só podem ser aplicados durante a primeira alimentação, uma vez que o nitrogênio contribui para a alta atividade de crescimento da planta.

    É bom adicionar cinzas com alimentação secundária, espalhando-as pela raiz. A cinza não contém nitrogênio, mas é enriquecida com potássio, que estabiliza o equilíbrio hídrico da planta. Esse fertilizante não tem dosagens especiais. Cerca de três litros de cinza são suficientes para uma roseira.

    As cinzas são uma fonte de nutrientes

    É impossível conseguir uma grande quantidade de cinzas imediatamente, então no meu jardim há um tanque de lata cavado no solo, onde guardo as cinzas e na hora certa eu as retiro. Via de regra, cinza suficiente se acumula no outono.

    Mineral

    Se no final de agosto as rosas foram fertilizadas com nutrientes orgânicos, isso não significa que os fertilizantes minerais devam ser ignorados.
    O fertilizante mineral mais comum é o monofosfato de potássio. O conteúdo da embalagem de monofosfato de potássio é aplicado sob as raízes com base em um balde de água aquecida de 15 g de fertilizante. Um substituto para o monofosfato de potássio é o superfosfato duplo. O fertilizante é preparado na proporção de 1: 1, a mistura é introduzida no solo próximo às raízes. Para uma roseira, 15-20 g dessa mistura são suficientes. O fertilizante espalhado é misturado ao solo e bem derramado com água (dois baldes por arbusto).
    A fertilização com fertilizantes minerais é feita à base de uma mistura de superfosfato e sulfato de potássio. Uma colher de sopa de superfosfato e sulfato de potássio é suficiente para um balde de água. As rosas devem ser regadas em um regador, meio balde por arbusto.

    Os fertilizantes minerais devem ser aplicados pelo menos uma vez

    Remédios populares

    Às vezes, há estações em que chove constantemente e a temperatura externa é ruim. É em tais e tais momentos que os remédios populares vêm em seu socorro.

    Fermento comum

    Muito barato e fácil de preparar. É a levedura que tem um efeito benéfico na formação dos futuros brotos e botões, e ajuda a fortalecer as raízes. Para fertilizar com fermento, você precisará de:

    • 1 litro de água
    • 1 colher de chá Sahara
    • 50 g de fermento cru ou 1 g de fermento seco.

    Todos os ingredientes devem ser bem misturados e deixados em local aquecido por 3 horas. Após o início do processo de fermentação, a mistura resultante deve ser diluída em mais cinco litros de água. Uma rosa deve ser regada com um litro de fertilizante.

    A levedura promove a formação de botões

    Casca de banana

    Uma maneira muito simples de aumentar a imunidade das rosas é cobri-las com bananas picadas, o que também melhora a microflora das plantas. Na hora de borrifar a terra com as raízes das flores, deve-se colocar bananas no solo. O resultado será visível já na próxima primavera.

    As bananas são um excelente fertilizante

    Casca de ovo

    Especialmente as cascas dos ovos ajudam a melhorar as condições do solo ácido. Este fertilizante contém pouco mais de 30 elementos úteis diferentes. É melhor transformar a casca em pó, adicionar água e deixar por quatro dias, depois borrifar as rosas e regar as raízes.

    Cascas de ovo são ricas em cálcio

    Eu rego rosas com molho de casca de ovo no final de agosto e antes da geada. Para um litro de água, basta insistir numa casca de 10 ovos.

    O acabamento de rosas no outono contribui para a adaptação das plantas após a poda, a resistência à geada, aumenta a imunidade das rosas a várias doenças. Devem ser usados ​​fertilizantes orgânicos e minerais. É necessário alimentar rosas duas vezes no outono.

    Avalie este artigo: Compartilhe com seus amigos!


    Trabalhos de jardinagem da primavera (março, abril e maio) a serem feitos

    O inverno está chegando ao fim e voltaremos novamente às preocupações com a jardinagem. Como você sabe, esses trabalhos consistem não apenas no plantio de frutas e hortaliças, mas também no cuidado com o solo, arbustos e árvores. E devem ser retirados assim que o frio passar, para não perder tempo. Cada mês da primavera tem suas peculiaridades no cuidado do jardim.

    Em março, a principal preocupação com o jardim é a poda de plantas perenes de alta qualidade - árvores e arbustos. Pode ser iniciado depois que o gelo parar abaixo de 10 graus.

    Em março, depois que a neve derrete, você deve podar árvores e arbustos.

    1. A poda sistemática ajuda a regular os processos de crescimento e frutificação das plantas, aumentando o período de produtividade. Por exemplo, podando os galhos das macieiras no inverno e na primavera, você garantirá um melhor desenho dos botões, uma floração harmoniosa e um alto rendimento.
    2. Nos arbustos de groselha e groselha, os galhos velhos devem ser serrados até a base. Eles geralmente são improdutivos e produzem brotos subdesenvolvidos que não rendem colheitas. Em framboesas, é melhor remover esses brotos no outono, mas o período do início da primavera também é adequado para esse trabalho.
    3. Certifique-se de caiar as árvores do seu jardim, caso não o tenha feito no outono. É melhor fazer isso logo no início de março, antes que a neve derreta completamente, para evitar queimaduras na casca, e apenas em dias de sol.
    4. Até que a seiva da árvore se mova (na primeira quinzena de março), plante as mudas. As vacinações posteriores não serão bem-sucedidas.
    5. Se houver danos nos troncos das árvores durante o inverno, eles precisam ser "tratados". Limpe a área danificada com tecido saudável, desinfete a ferida com solução de vitríolo e lubrifique com verniz de jardim ou verbasco e massa de argila. Enrole as áreas cobertas com estopa.
    6. Nos últimos dias de março, você pode retirar o arreio dos troncos das árvores. Afrouxe a neve restante ao redor das árvores. Se a primavera acabou sendo fria e prolongada, então esse trabalho pode ser feito em abril.

    Como evitar erros ao podar árvores e arbustos

    Como qualquer trabalho de jardinagem em março, a poda das plantações de frutas e bagas requer algum conhecimento e tem seus próprios segredos.

    A ordem de poda das árvores é a seguinte:

    • podar árvores frutíferas velhas primeiro
    • após 1-2 semanas, árvores mais jovens que não dão frutos
    • a macieira começa a florescer antes de todo mundo, então ela é cortada primeiro
    • as peras, ameixeiras e cerejeiras podem ser podadas antes da floração.

    Ao cortar galhos grandes, tente fazer um anel sem deixar tocos. Essa ferida cicatrizará mais rápido e terá menos impacto no tronco. Fatias de ramos com diâmetro superior a um centímetro e meio com faca e pintar com tinta a óleo à base de óleo secante.

    Esquema para podar uma macieira de crescimento fraco

    Atenção: para evitar a contaminação da árvore devido ao corte de áreas danificadas, certifique-se de tratar as ferramentas utilizadas com uma solução de permanganato de potássio.

    Os ramos dos arbustos - framboesas, groselhas, groselhas - devem ser cortados ao nível do solo. Ao mesmo tempo, preste atenção especial aos topos dos brotos produtivos: basta encurtá-los em 15 cm, se não sofreram geadas e danos mecânicos. Caso contrário, a poda deve ser feita em 1-2 botões saudáveis ​​para que o corte exponha a casca verde e a madeira branca.

    Ao podar ramos, verifique a localização dos ninhos de pragas e destrua-os. Seria melhor queimar os ninhos junto com os galhos cortados.

    Preocupações de abril

    Este mês exigirá muito trabalho árduo de nossa parte. É em abril que a neve finalmente derrete, mas as ondas de frio são frequentes. Portanto, você terá que eliminar as falhas em março e cuidar do solo.

    Em abril, você precisa cavar árvores e alimentá-las.

    1. Se você não terminou de podar árvores e arbustos durante o mês anterior, é hora de começar. E depois disso você pode começar a plantar e transplantar as plantas.
    2. Os brotos de arbustos colocados no solo antes do inverno devem ser soltos e endireitados.
    3. Certifique-se de alimentar as plantas com fertilizantes - orgânicos e nitrogênio. Se o seu jardim ainda é jovem ou consiste apenas de uma baga, use esta receita: uma mistura de 30 g de superfosfato, 4 kg de húmus e 0,5 kg de cinza de madeira por 1 sq. área. Uma horta frutífera requer um aumento de 30% na dose de fertilizantes.
    4. É imperativo cavar o solo ao redor dos troncos das árvores. É muito importante não perder o momento certo. Para fazer isso, verifique o solo: pegue um pouco de terra, aperte com as mãos e abra. O solo deve estar ligeiramente úmido e quebradiço. Se ele manteve a forma de uma palma cerrada, é cedo para começar a cavar, mas se ele se desintegrou, a terra já secou e é tarde demais para processá-lo.
    5. É necessário cavar nas áreas próximas ao tronco ao longo de um raio, a partir do tronco da árvore, para não danificar o sistema radicular. Ao processar arbustos, será mais conveniente usar um forcado de jardim. Quebre bem os caroços e nivele a superfície com um ancinho. Ao trabalhar, tente colher as raízes das ervas daninhas.

    Quando a neve derreter e o solo estiver completamente descongelado e aquecido, você pode começar a plantar árvores jovens. Planeje com antecedência a localização dos furos e prepare-os de forma que o solo neles atinja o nível desejado na hora do uso. O tamanho do buraco deve ser cerca de 2 vezes maior do que o pedaço de terra que envolve o rizoma.

    Encha o fundo com uma mistura de solo fértil e fertilizantes orgânicos. No centro do buraco, forme um monte e fortaleça a muda espalhando as raízes. Compacte o solo, regue e fixe a planta numa estaca pré-martelada. Depois de alguns dias, aplique cobertura morta no círculo do tronco.

    Conselho: certifique-se de verificar a qualidade das mudas! O sistema radicular deve ser forte, saudável e bem desenvolvido. Evite galhos doentes e quebrados na planta.

    Ao plantar mudas de arbustos, siga estas regras:

    • as groselhas são plantadas com uma inclinação de 45 graus em relação à superfície do solo
    • arbustos de groselha são plantados verticalmente
    • após o plantio dessas safras, os galhos são podados em três botões acima do solo
    • as framboesas devem ser aparadas a uma altura de 40 cm.

    Ao escolher as mudas, controle sua qualidade

    Se você preparou mudas para enxertia, então em abril é a hora de usá-las. Antes que o suco comece a se mover ativamente ao longo dos troncos, é mais conveniente aplicar métodos de cópula e divisão aprimoradas.

    Para que o frio repentino da primavera não o pegue de surpresa e as flores não sejam danificadas, tente aquecer o solo você mesmo. Montes de fumaça irão ajudá-lo com isso. E para proteger morangos e morangos, cubra-os com jornais velhos ou filme plástico.

    Durante o trabalho no jardim, a primeira pulverização é realizada em abril. Precisa ser feito quando os botões das peras e macieiras estão apenas começando a florescer e parecerem um cone verde. Use Azophos ou líquido Bordeaux para isso.

    Existe uma alternativa muito boa para a pulverização química. Em abril, você pode usar preparações à base de óleo de petróleo para isso. Eles ajudam muito bem a proteger o jardim de pragas como cobre, cochonilhas, mariposas, pulgões, vermes da folha.

    Manutenção de jardins em maio

    Este mês aproxima-nos do verão e tudo o que planeia fazer no jardim centra-se na floração de árvores frutíferas e arbustos.

    Ainda há uma oportunidade de ser vacinado em maio, se você perdeu a oportunidade em abril. Preste atenção ao estado dos rins. Se eles incharam e estão prestes a se abrir, então um movimento ativo de sucos começou. As mudas enxertadas nesta época receberão a nutrição necessária. Nesse caso, os botões das estacas devem estar em repouso, ou seja, não abertos.

    Se você não forneceu pilhas de fumaça para o seu jardim em abril, então em maio terá que se apressar. Para uma área de 6 acres, você precisará fazer cerca de 10 desses montes, distribuindo-os uniformemente pelo jardim. Caso contrário, você corre o risco de perder flores nas primeiras geadas.

    Dica: para não perder tempo com esses montes, em maio você pode usar bombas de fumaça. Eles podem ser adquiridos em uma loja de ferragens.

    Lembre-se de que até mesmo geadas leves podem danificar as flores e roubar sua colheita. Por exemplo, os botões de flores de uma macieira podem suportar temperaturas tão baixas quanto -4 graus, e flores já abertas morrerão a 0: -1 graus.

    Em maio, as árvores e arbustos começam a florescer, é especialmente importante protegê-los da geada durante este período.

    Agora, o trabalho de jardinagem em maio consistirá em alimentação regular e adequada e proteção contra pragas e doenças.

    Assim que os ovários começarem a se formar nos galhos, fertilize o solo ao redor das plantas com fertilizantes orgânicos, por exemplo, infusão de excrementos de pássaros ou verbasco. Às vezes, eles podem ser substituídos por fertilizantes minerais. Certifique-se de regar bem as plantas após a alimentação, para que a água possa transportar rapidamente os nutrientes para o sistema radicular.

    Como evitar a exposição de plantas a insetos nocivos

    É em maio que começa a invasão de insetos, que podem prejudicar árvores e arbustos e até destruir toda a lavoura. Primeiro, as lagartas da curuquerê-rosa e da mariposa emergem do inverno. Após o término da floração, aparecem as borboletas da mariposa maçã. É preciso não perder esse momento e tratar com cuidado as árvores com preparações especiais.

    As pragas mais comuns de arbustos de bagas são:

    • pulgão
    • incêndio
    • gorgulho
    • serrador.

    Esses insetos são ativados em maio e infectam framboesas, groselhas e groselhas. Para combater cada um deles, existe uma droga. Considere a escolha dos fundos com atenção especial: as substâncias devem ser aprovadas para uso e aprovadas pelas autoridades competentes.

    Um jardim livre de pragas irá deliciá-lo com uma floração exuberante

    Pode ser muito útil afrouxar regularmente o solo nos círculos próximos ao tronco. Assim, você perturbará as pragas e destruirá seus locais de nidificação. É especialmente importante fazer isso após as chuvas para remover os restos das raízes das ervas daninhas.

    Reveja suas vacinas em abril. Se eles criaram raízes, você pode remover a película protetora.

    No final de maio, as árvores murcham e um ovário se forma nelas. Primeiro, as frutas de caroço - ameixas e cerejas - terminam a floração, depois as peras e as macieiras são as últimas a florescer. Neste momento, um tratamento complexo de árvores será necessário, o que inclui a exposição aos seguintes medicamentos:

    • acaricida irá prevenir a ocorrência de ácaros
    • os inseticidas espantam as pragas - insetos e roedores
    • fungicidas impedirão o desenvolvimento de doenças.

    O trabalho realizado de forma oportuna e correta salvará o seu jardim, tornando-o saudável, bonito e produtivo.

    Pragas que ameaçam a colheita das plantações de frutas e bagas

    Um jardim bonito e bem cuidado não é apenas uma boa colheita, que pode lhe fornecer colheitas para o próximo inverno. É também um local acolhedor onde é agradável relaxar tanto na primavera como no verão.

    Portanto, o cuidado de verão está se tornando parte integrante da vida de qualquer proprietário de uma casa de campo de verão. Esperamos que nosso artigo o ajude a aprender algo novo. Compartilhe seus segredos de jardinagem na primavera nos comentários.


    Tudo sobre hortênsias - Casa Antiga

    Arbustos encantadores

    A perfeição não existe realmente no mundo das plantas - ou em qualquer outro planeta onde os seres vivos prosperam - mas as hortênsias chegam bem perto. Com flores robustas em azul, roxo, rosa, branco ou amarelo-esverdeado e uma natureza descontraída, esses robustos arbustos floridos de verão parecem um lar em uma variedade de situações, desde jardins despreocupados até mais formalmente cuidados. Quando muitos outros arbustos com flores e plantas perenes atingem seu pico, essas belezas caducas continuam seu crescimento sazonal com flores abundantes e atraentes que secam em tons de linho para o outono e inverno.

    Apesar de toda a sua versatilidade e espetacularidade, as hortênsias não são particularmente exigentes quanto a onde plantá-las. Eles crescerão alegremente em quase qualquer paisagem que ofereça solo bem drenado, umidade e pouca sombra durante a parte mais quente do dia. Novas variedades foram cultivadas, que florescem novamente ao longo da temporada. Eles também se livraram do incômodo que atormentava as gerações anteriores de hortênsias como flores moles. Você pode encontrar espécies com folhagem de outono brilhante e menor estatura, ideais para pequenos quintais, e variedades que são mais resistentes à luz solar e são mais resistentes à geada. Portanto, se você não visitou um viveiro recentemente e está se perguntando se esses jardins favoritos antiquados são os certos para você, este é o lugar para descobrir.

    Mostrando: Hortênsias de folhas grandes (mostradas) crescem em jardins nos Estados Unidos, mas o arbusto icônico é, na verdade, nativo do Japão. No entanto, a América do Norte tem suas próprias espécies nativas e é a folha de carvalho, e hortênsias lisas crescem naturalmente em nossas florestas do leste.

    Fatores principais

    Onde eles crescem? Hortênsias prosperam nas zonas de resistência do USDA 4 a 9. Elas prosperam em solos ácidos e alcalinos. Ao contrário de muitos arbustos com flores, eles toleram o sol e a sombra.

    Quando comprar? Como todos os arbustos, as hortênsias são plantadas melhor na primavera ou no outono em temperaturas moderadas. O plantio de verão nunca é perfeito, mas com bastante água e alguma sombra, a planta deve germinar.

    Quanto cuidado? Sair após o plantio é simples, é preciso um pouco mais do que regar e cortar flores mortas.

    Eles são seguros para animais de estimação? Mantenha Fido e Furry longe. Todas as hortênsias contêm vestígios de glicosídeos cianogênicos, toxinas que, se ingeridas, causam desconforto gastrointestinal em cães e gatos.

    Quanto eles custam? Um pote de 1 galão custa entre US $ 20 e US $ 30, dependendo da variedade.

    Escolha sua planta: hortênsia de folhas grandes

    (Hortênsia macrophylla)

    Pontos de venda: Existem duas formas de pétalas neste grupo: esfregões redondos e rendas planas. A maioria das flores no início do verão são em botões amarrados no ano passado, mas sempre florescendo, como "Endless Summer" (foto), floresce novamente no outono.

    O tamanho: Até 6 pés de altura e até 8 pés de largura

    Zonas: 6 a 9

    Escolha sua planta: hortênsia lisa

    (Hortênsia)

    Pontos de venda: Esta durona nativa norte-americana da América do Norte, resistente ao frio e intolerante às sombras secas, ostenta flores brancas, às vezes rosa, em forma de cúpula que começam no início do verão e duram até o outono. Annabelle é da velha escola, enquanto “Annabelle” é da velha escola. Incrediball ”é menos sujeito a falhas.

    O tamanho: 3-5 pés de altura e largura

    Escolha sua planta: hortênsia de panícula

    (Hydrangea paniculata)

    Itens à venda: Muito amante da luz, esta grande variedade é a única hortênsia que pode ser habituada por árvores. A maioria das variedades, incluindo "Little Lime" (foto), têm flores cônicas rosa cremosas que duram até o final do verão.

    O tamanho: 10 a 22 pés de altura e até 8 pés de largura

    Escolha sua planta: Hortênsia de folha de carvalho

    (Hortênsia comum)

    Itens à venda: Uma das melhores opções para tons profundos, este nativo do sudeste tem flores em forma de cone de meados ao final do verão e folhas grandes que ficam vermelho-púrpura no outono. A Rainha da Neve (foto) é especialmente vibrante no outono.

    O tamanho: 4 a 10 pés de altura e até 8 pés de largura

    Escolha sua planta: trepadeira hortênsia

    (Hydrangea anomala subsp. Petiolaris)

    Pontos de venda: Embora esta trepadeira lenhosa tenha um início lento, ela faz um ótimo trabalho no sol ou na sombra e oferece um show multi-temporadas que vale a pena esperar, com flores de renda branca no verão, folhagem dourada de outono e hastes de inverno marrom-avermelhadas.

    O tamanho: Até 50 pés de altura

    Escolha sua planta: hortênsia da montanha

    (Hortênsia serrilhada)

    Itens à venda: Este visual compacto pouco usado produz delicados cachos de flores trançadas do verão ao outono. Dependendo do pH do solo, variedades como 'Bluebird' (na foto) florescem em azul ou rosa, e algumas até apresentam espetacular folhagem cor de vinho no outono.

    O tamanho: 4 pés de altura e largura

    Zonas: 6 a 9

    Como usá-los: como uma árvore

    As hortênsias de panícula crescem naturalmente como arbustos, mas um pouco de poda pode transformá-las em árvores ou padrões, abrindo espaço para mais plantas a seus pés. H. paniculata A 'Grandiflora' (na imagem), comumente conhecida como PeeGee, assume uma forma de árvore dramática. Com até 6 metros de altura, possui flores brancas de verão que amadurecem e se transformam em rosas, enquanto as anãs mais novas, como o Limelight, chegam a 2,5 metros de altura.

    Maneiras de usá-los: subir na estrutura

    Qualquer estrutura de jardim fica mais bonita se uma trepadeira subir nela. Coloque a hortênsia trepadeira perto de entradas ou áreas de estar onde você poderá desfrutar de suas flores perfumadas. E dê às suas raízes aéreas algo forte para se agarrar, como uma parede de pedra ou um grande tronco de árvore. Entre as variedades que se destacam estão o vaga-lume variegado e seu primo de folha prateada Moonlight.

    Como usar: apertado

    Graças às muitas espécies de anões recém-introduzidas, abrir espaço para hortênsias é mais fácil do que nunca. Se o espaço for apertado em seu quintal, considere experimentar o Glowing Embers com 3 pés de altura e largura do esfregão (na foto), o icônico Mini Penny rosa ou azul sempre florescente ou a folha de carvalho com flores brancas do Little Honey White com folhagem amarelo-esverdeado.

    Como usar: em um container

    Hortênsias plantadas podem trazer beleza a um pátio ou terraço. Modelos compactos como o Penny Mac (na foto) funcionam especialmente bem e ajudam a fornecer uma aparência completa. Apenas certifique-se de que seu arbusto tenha uma boa drenagem e bastante água, suas plantas em vasos sequem mais rápido do que no solo.

    Guia de plantio de hortênsias

    Encontre um bom site. Embora as hortênsias possam tolerar bem a luz do sol em climas mais frios, geralmente preferem o sol da manhã e a sombra do meio-dia. Escolha uma área abrigada com solo fértil e espaço suficiente para o arbusto se espalhar.

    Prepare o buraco. Cave um buraco com a mesma profundidade e o dobro da largura do seu vaso de hortênsia. Remova a planta do recipiente, afrouxe cuidadosamente as raízes giratórias e plante na mesma profundidade em que cresceu no vaso, mas não mais fundo.

    Aplique cobertura morta. Espalhe cobertura orgânica, como composto ou casca de árvore desfiada, ao redor da base da planta para manter um ambiente de solo fresco e úmido no qual as raízes da hortênsia prosperem. Uma camada de cobertura morta de 2 polegadas é suficiente.

    Regue regularmente. Após o plantio, deixe o arbusto beber por um longo tempo e continue testando a umidade do solo nas próximas semanas. O solo sob o arbusto deve ser frio e úmido ao toque, mas o solo encharcado e úmido não causará o apodrecimento das raízes.

    Comida, água, abrigo

    Os arbustos maduros são relaxados e requerem atenção mínima.

    Evite fertilizantes. A superalimentação pode causar queimaduras nas raízes, e muito nitrogênio resulta em mais folhagem do que flores. No início da primavera, polvilhe meia xícara de 10-10-10 Alimento para Plantas Granular de Liberação Lenta em toda a zona da raiz do arbusto e, em seguida, aplique uma segunda dose no meio do verão. Hortênsias também são úteis para a poda anual de estrume bem podre ou composto, que fornece nutrientes e melhora a retenção de umidade no solo.

    Prepare sua mangueira de jardim. Hortênsias bebem muito. Aquelas plantadas em solos arenosos de drenagem rápida ou sob árvores sombreadas que absorvem água são especialmente propensas a secar no verão. Verifique regularmente os 15 centímetros superiores do solo para ver se há umidade durante a estação de crescimento e regue profundamente quando parecer seco.

    Cuidado com a geada. Os cultivares de folha grande podem ser instáveis ​​porque seus botões de flores às vezes são vítimas de geadas tardias. Cubra o arbusto com ramos perenes ou envolva-o com um cilindro de malha de arame aberto cheio de palha para evitar a entrada do inverno, mas certifique-se de remover a cobertura o mais rápido possível, uma vez que a ameaça de geada tenha passado. Ou melhor ainda, panículas, variedades suaves ou sempre floridas que florescem muito tarde na primavera para serem congeladas.

    Mostrando: A hortênsia lisa 'Annabelle' realça favoravelmente a sombra da madeira. A capa da mulher lima e os sinos roxos contrastam lindamente com suas flores brancas.

    Mudança de cor de flor

    Não é louco por aquela cor azul clara que suas hortênsias exibem todo verão? Tente torná-lo mais profundo ou até mesmo alterá-lo para rosa. A cor das flores de hortênsias de folhas grandes e da montanha depende em parte do pH do solo. A maioria das variedades floresce azul em solos altamente ácidos (pH 5,5 e abaixo), tons de roxo ou mistos em solos menos ácidos e rosa em solos mais alcalinos (pH 6,5 e acima). O uso de aditivos de solo que afetam o pH pode melhorar a tonalidade do arbusto ou alterá-la completamente. Esteja preparado para se inscrever novamente.

    Porque funciona Hortênsias precisam de alumínio para produzir flores azuis. As plantas extraem metais facilmente de solos ácidos, mas em condições alcalinas os metais se tornam insolúveis e as flores desabrocham em rosa.

    O que fazer Para flores rosa, misture 1 colher de sopa de limão hidratado com 1 litro de água e despeje sob o arbusto. Para ir do rosa para o azul, tente derramar 1 colher de sopa de sulfato de alumínio (vendido como um "acidificante de solo") em 1 galão de água sobre o solo. Aplique qualquer solução mensalmente em março, abril e maio.

    Espalhe para aumentar sua riqueza

    Se você tiver um único arbusto, poderá obter mais facilmente usando este método simples chamado estratificação. Na primavera ou no início do outono, escolha um caule baixo e flexível que seja quase paralelo ao solo. Deixe a folhagem apenas nos 30 centímetros superiores do galho e retire o resto. Enterre a área sem folhas com vários centímetros de profundidade, deixando a parte superior do caule a 30 centímetros do solo.Use uma pedra para evitar que a parte enterrada salte e prenda a parte acima do solo para mantê-la reta. Após cerca de um ano, puxe levemente o galho - se ele resistir, então ele criou raízes. Apare o caule na base da planta-mãe e espere algumas semanas antes de cavar e replantar para evitar choque no galho enraizado.

    Não podar os botões: velhas flores de madeira

    A poda anual para remover as flores caídas e estimular o crescimento dos arbustos mantém os arbustos organizados. Mas antes de fazer cortes de cabelo, descubra que tipo de hortênsia você tem. O tempo de poda depende de quando os arbustos estão brotando e nem todos os tipos estão no mesmo horário.

    Pode podar os botões velhos enquanto as flores murcham. Os botões de flores deste grupo, que incluem variedades de folhas grandes, folhas de carvalho, montanha e trepadeira, foram cultivadas no verão anterior. Para evitar o corte acidental de botões, podar esses arbustos antes que comecem a se formar, cortando os botões murchados logo acima do nó de folha mais próximo.

    Não podar os botões: flores de uma nova árvore

    Podar os rebentos jovens no final do inverno - botões em panículas e hortênsias lisas se formam e florescem em um verão, então há uma janela mais ampla para a poda. Quando os arbustos estiverem dormentes, apare as flores secas logo acima do nó da folha onde você deseja que duas novas hastes cresçam ou apare o arbusto inteiro a 60 cm do solo.

    Plantios emparelhados

    Todas as grandes combinações de plantas são baseadas em semelhanças e diferenças. A maioria de nós pensa nas hortênsias em termos da cor das flores, mas elas também oferecem texturas ousadas com sua folhagem e formas arredondadas com seu formato montanhoso e flores grandes. Ao escolher vizinhas para seu arbusto, escolha aquelas que repetem ou contrastam com algumas dessas características ... As seguintes plantas perenes são poucas e distantes entre si, combine seu arbusto com um ou mais para uma combinação perfeita.

    Samambaias A maioria tem textura fina e formato de vaso, contrastando lindamente com as curvas arredondadas e arrojadas das hortênsias. Duas opções testadas pelo tempo são Silver Ghost Fern ou Evergreen Soft Shield Fern (foto).

    Gramíneas ornamentais Suas folhas arejadas criam um contraponto impressionante à folhagem densa e densa da hortênsia. Pense em combinar hortênsias com a grama de penas coreana, que cresce bem na sombra e tem penas rosadas no verão.

    Hostas As folhas em forma de lágrima deste clássico morador de sombra ecoam as folhas de qualquer hortênsia, exceto a folha de carvalho, e seus tons quentes e frios criam contraste. Experimente combinar hortênsias com flores azuis, como um hosta de folhas douradas ou um hosta de folhas azuis com um arbusto de floração rosa.

    Correções para problemas comuns: folhagem murcha

    Isso nem sempre significa seca; se as folhas da planta estão secas e as pernas molhadas, é provável que a rega excessiva seja a causa da podridão das raízes. As folhas também podem murchar com o calor ou com o sol. Nesse caso, eles vão melhorar durante a noite. Mas se isso acontecer diariamente, você deve se mudar para um lugar mais escuro.

    Correções para problemas comuns: amarelecimento das folhas

    Freqüentemente, eles sinalizam deficiências nutricionais. Se apenas a folhagem nova for afetada, a planta pode precisar de mais ferro, uma condição chamada clorose e geralmente ocorre em solos com pH alto. Adicionar ferro quelado ao solo e adicionar um pouco de composto corrigirá o problema. No entanto, se apenas as folhas velhas ficarem amarelas, tente fertilizar. O arbusto pode exigir nitrogênio.

    Correções para problemas comuns: folhagem de giz

    Este é um sintoma de oídio. Pode parecer uma camada de açúcar de confeitaria, mas na verdade é uma doença fúngica. As plantas que crescem em áreas com alta umidade e pouca circulação de ar são especialmente vulneráveis. O transplante ou poda de plantas próximas pode ajudar a mudar as condições em favor de seu arbusto, assim como remover qualquer folhagem afetada no outono para evitar que a doença hiberne.

    Correções para problemas comuns: sem floração

    Há várias razões para isso. A poda na época errada do ano e a poda errônea dos botões são causas comuns, mas invernos rigorosos ou locais de plantio muito sombreados também são possíveis causas.


    Assista o vídeo: ACIDENTE HORRÍVEL NO GLOBO DA MORTE