Propriedades úteis e contra-indicações do mel da montanha

Propriedades úteis e contra-indicações do mel da montanha



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O mel da montanha contém uma combinação de oligoelementos e nutrientes retirados do pólen e do néctar de plantas selvagens. Os apicultores apreciam esta variedade pelo seu sabor agradável., e classificá-la como uma variedade de elite.

Muitas vezes, esse mel é chamado com base na área de onde o néctar foi coletado (Caucasiano, Crimeano, Ural, Altai), ou pelo nome da principal planta melífera.

É também denominado mel de ervas, pois as abelhas trabalham simultaneamente com várias plantas melíferas. Na verdade, na natureza, uma variedade pura de algum tipo raramente é encontrada. No mel da montanha, não há pureza expressa claramente da planta do mel. Seu número é mais de três ou cinco em um mel.

E também o mel da montanha é único em seu efeito no corpo humano... A planta do mel não é apenas gramíneas, mas também árvores e arbustos selvagens.

Uma das variedades mais raras de mel da montanha é selvagem... É coletado por abelhas selvagens. O principal ponto de encontro são os Montes Urais.

Uma característica distintiva de todas as variedades de mel de montanha é que as plantas melíferas crescem em grandes altitudes com ar puro. Isso aumenta as propriedades benéficas deste mel, especialmente as propriedades curativas.

Sabor e cor

O mel da montanha é muito aromático, de sabor agradável e rico, um pouco açucarado. Isso é especialmente verdadeiro para o mel silvestre.

Tem uma cor amarela, tons - do palha ao marrom... Depois de adoçar, clareia um pouco, adquirindo uma estrutura de grão fino. O gosto final é agradável.

No estado sólido, é difícil espalhar no pão, mas pode ser cortado bem com uma faca.

Composição do mel da montanha: vitaminas e minerais

O mel da montanha é rico em carboidratos de fácil digestão, em particular a frutose:

Estrutura%
Proteína0,5
Gorduras0
Carboidratos72
Frutose39
Glicose36
Água, polissacarídeos, sacarose, cinzas, ácidos orgânicos, outras substâncias25

Não existem ácidos graxos. Oligoelementos e minerais básicos: manganês, flúor, cromo, cálcio, ferro, níquel, cobre, zinco e outros.

Em sua composição contém ácido ascórbico (vitamina C), vitaminas B, vitamina K e E, outros. A composição do mel de taiga inclui maçã, leite, limão, vinho e mel oxálico.

Mel nutritivo. Mas, em comparação com outras variedades, perde. 100 g do produto contém cerca de 290 calorias. portanto pessoas com estilo de vida sedentário e crianças são aconselhadas a comê-lo... Para prevenção, este produto apícola é suficiente para 80 g por dia.

Recursos benéficos

Os benefícios do mel da montanha não se limitam às propriedades calmantes, antiinflamatórias e anti-sépticas. A composição desta variedade luta com sucesso contra micróbios nocivos, melhora a imunidade do corpo em qualquer estação. O alto teor de frutose incentiva as pessoas com diabetes a consumi-lo com moderação após consultar um profissional de saúde.

Querida tem um efeito tônico e restaurador no corpo, especialmente após esforço físico e mental. Este produto tem um efeito benéfico no sistema nervoso, ou seja, dá um efeito calmante. Portanto, é benéfico tomá-lo à noite, pouco antes de deitar.

Isto melhora o apetite... Para ativar os processos digestivos, esta variedade é consumida de manhã com o estômago vazio com um copo de água. Na medicina popular, é amplamente utilizado para tratar feridas, resfriados, inalação do trato respiratório.

Após a cristalização, o mel não deve ser aquecido ou derretido. Tudo isso afeta negativamente as propriedades benéficas.

Contra-indicações e danos

O mel da montanha não é recomendado:

  • Pessoas alérgicas ao pólen ou produtos apícolas;
  • Crianças menores de três anos.

Recomenda-se pequenas quantidades. (até 30-40 g por dia):

  • Grávida;
  • Dependente de insulina;
  • Adolescentes.

Os demais podem curtir o produto com prazer, comendo até 100 g por dia, é melhor fazer isso. com o estômago vazio pela manhã ou antes de ir para a cama à noite.

Sobre planta de mel

As ervas podem ser usadas como plantas de mel:

  • Melisa;
  • Tomilho;
  • Hawthorn;
  • Phacelia;
  • Radiola;

Além disso, existem muitos árvores e arbustos selvagens no sopé das montanhasque são excelentes plantas de mel:

  • Acácia;
  • Blackthorn;
  • Rosa Mosqueta;
  • Cereja de pássaro.

As plantas florescem em épocas diferentes durante o verão e o início do outono. Suborno médio, mas como o mel da montanha é altamente valorizado, a rentabilidade dessa variedade é boa.

Condições de armazenamento

O mel da montanha cristaliza rapidamente, portanto, tendo-o comprado no estado líquido, depois de alguns meses você pode usar uma faca para cortá-lo. Com esta consistência temperatura de armazenamento recomendada de 5 a 7 graus com um sinal de mais. Temperaturas acima de 40 graus Celsius e abaixo de 30 graus abaixo de zero têm um efeito prejudicial nas propriedades benéficas deste produto.

Quando a umidade do ar estiver acima de 60%, abra esta variedade absorve a umidade do ambiente para si mesma, portanto, existe a possibilidade de acidificação, principalmente em temperaturas elevadas. Portanto, é melhor observar o regime especificado.

Você não deve manter o mel ao sol ou apenas à luz. A vidraria durante o armazenamento é sempre preferível a metal ou plástico.

Quais são as principais doenças que trata?

Recomenda-se o uso de mel da montanha com cistite.

Ajuda o corpo a combater doenças, ativando suas capacidades, fortalecendo o sistema imunológico... Isso ocorre devido à liberação de uma grande quantidade de vitaminas, minerais e outras substâncias. O produto é útil para gastrite, úlceras e outras doenças do trato gastrointestinal.

Quando consumido com moderação normaliza o metabolismo do corpo, portanto, é útil comer com obesidade ou distrofia.

O mel ajuda a curar certas doenças oculares, por exemplo, conjuntivite. O produto apícola pode ajudar com doenças de pele. Com o uso regular, você pode esquecer a taquicardia. Como todas as variedades, este mel usado para resfriados, bronquite, outras doenças respiratórias, dores de cabeça.

Este produto apícola ajuda com anemia, aterosclerose, aumento da função da tireóide, insônia. Isto remove toxinas e toxinas do corpo.

A lista das propriedades úteis e curativas do mel acima não é definitiva. O mel da montanha é uma das variedades mais procuradas e caras... É usado e apreciado com prazer.


Mel da montanha: propriedades úteis, contra-indicações, benefícios e malefícios

Conteúdo da página:

Um dos produtos apícolas mais procurados - mel da montanha... As propriedades benéficas do presente natural desta variedade são amplamente conhecidas no campo da medicina tradicional. Para melhorar sua saúde com a ajuda de uma iguaria de elite, você precisa saber exatamente para que serve o mel da montanha e em que casos você ainda deve recusar o uso deste produto.


Descrição e principais diferenças de outros

Uma característica distintiva desta iguaria saudável é seu sabor e aroma excepcionalmente delicados. É difícil confundi-lo com outras variedades, pois a flora das terras altas é única em sua diversidade.

Origem

Este doce produto da apicultura é altamente valorizado devido à sua naturalidade e respeito ao meio ambiente. Picos das montanhas com seus forbs - tomilho, erva-cidreira, rhodiola, framboesa, espinheiro-alvar, cereja de pássaro, orégano, sálvia e hortelã, dos quais as abelhas coletam o néctar, dão às pessoas um produto verdadeiramente mágico.

Local de nascimento esta deliciosa doçura - Crimeia, Cárpatos, Altai e o Cáucaso. É o ar puro dessas áreas e o mínimo grau de poluição ambiental que permitem que o mel da montanha seja não só saboroso, mas também extremamente útil.

A cor de uma iguaria serrana pode ser diferente, depende do local de coleta e das condições climáticas. Pode ser branco ou leitoso, e pode ser amarelo ou até marrom.

Odor

Este cheiro é difícil de não reconhecer. É bastante forte, com um rico bouquet floral e brilhantes notas frutadas. Normalmente, nesta faixa, o aroma de uma das plantas é predominante, na maioria das vezes esse papel vai para espinheiro.

Qualidades de sabor

Esta doçura natural distingue-se por um sabor extremamente rico, com ligeiro amargor e agradável adstringência.

Período de cobrança

Recolher tudo verão ao início do outono, devido às diferentes épocas de floração das plantas melíferas da montanha.

Cristalização

Este produto é propenso a rápida cristalização para formar grânulos. Às vezes, devido à forte cristalização, torna-se bastante difícil.


Os benefícios do mel

As propriedades curativas do mel são determinadas por sua composição química. 75-80% deste produto são carboidratos (glicose, frutose, sacarose). Também contém vitaminas (vitaminas A, C, E, K e B), ácidos orgânicos, enzimas, sais minerais (ferro, cobre, potássio, sódio, magnésio, fósforo, iodo, enxofre) e outros compostos úteis para o corpo humano. ...


Os benefícios do mel

O uso do mel é útil não só para quem quer se livrar da doença, mas também para pessoas saudáveis ​​- para a prevenção de várias enfermidades e fortalecimento do sistema imunológico. Este "remédio" tem um gosto bom e pode ser incorporado em sua dieta diária, adicionando-o a vários pratos. A combinação do mel com nozes e cereais, queijo cottage e frutas secas é especialmente benéfica para o corpo.

Mas não se esqueça do senso de proporção: o consumo excessivo de mel pode provocar

uma reação alérgica ou outros efeitos adversos. A dose diária normal de mel (com uso regular) é de 70-100 g (cerca de 3 colheres de sopa do produto).

Você pode realizar cursos de "mel" profiláticos e para melhorar a saúde de 2 meses, 3-4 vezes por ano: o mel dissolvido em água é tomado 3 vezes ao dia, 1,5-2 horas antes das refeições ou 3 horas após as refeições. Neste caso, recomenda-se a seguinte dosagem (por adulto): 30-60 g de manhã, 40-60 g à tarde e 30-60 g à noite (100-180 g por dia).


Favo de mel

O mel possui propriedades antiinflamatórias, fortes bactericidas e antivirais, sendo capaz de suprimir vários microorganismos patogênicos, incluindo estafilococos, estreptococos, E. coli e bacilo da disenteria. Isso permite que seja usado no tratamento de muitas doenças - de amigdalite e gripe a pneumonia e tuberculose pulmonar, o mel é usado para herpes, sapinhos, doenças de pele, queimaduras e outras doenças.

A capacidade do mel de ativar a atividade das glândulas salivares, melhorar a digestão, ter um leve efeito laxante em combinação com suas propriedades antiinflamatórias torna este produto eficaz no tratamento de doenças do trato gastrointestinal, e um leve efeito diurético permite isso para ser usado em doenças dos rins e da bexiga.

O mel melhora a circulação sanguínea, aumenta o tônus ​​do coração e dos vasos sanguíneos, tem um leve efeito sedativo e hipnótico e, portanto, é recomendado para o enfraquecimento do músculo cardíaco, hipotensão e hipertensão, arritmias, insuficiência cardíaca, bem como para insônia , neuroses, dores de cabeça frequentes.


Mel é um remédio delicioso

É útil para enfraquecimento geral do corpo (inclusive após uma doença grave ou cirurgia), enfraquecimento do sistema imunológico, anemia e fadiga crônica. No artigo Receitas populares com mel para a saúde, você encontrará remédios simples à base de mel para várias doenças.

É também um presente das abelhas que serve de base para diversos cosméticos. O artigo Receitas populares com mel para a beleza contará como preparar cosméticos de mel para a pele e o cabelo.


Honey - contra-indicações e danos

Com todas as suas propriedades úteis, o mel também tem contra-indicações. Em primeiro lugar, isso se aplica a pessoas com alergia ao mel e seus componentes. Às vezes, acontece que apenas um tipo específico de mel causa alergia. Se você se enquadra nesta categoria de alérgicos, não precisa abandonar completamente o mel, mas simplesmente pelo método de seleção, você pode escolher a variedade à qual não será alérgico.

É importante lembrar que o mel aquecido a mais de 40 graus perde todas as suas propriedades benéficas, e aquecido a mais de 60 graus também libera oximetilfurfural tóxico, que pode causar sérios danos ao organismo.

Vale ressaltar que, como o mel é um produto anormalmente doce, as pessoas com diabetes precisam consumi-lo em quantidades estritamente limitadas e de preferência após consulta ao médico.

Não se esqueça do alto teor calórico do mel.


Áreas de uso

Devido às suas propriedades úteis e medicinais, o mel da montanha encontrou aplicação na medicina popular e tradicional, na cosmetologia.

As vitaminas, aminoácidos e antioxidantes incluídos na iguaria têm um efeito benéfico na pele e nos cabelos. O mel da montanha cura feridas, fissuras, cura acne, alisa as rugas e fortalece o cabelo. É um excelente remédio no combate à celulite. Faz parte de máscaras, cremes, bálsamos, xampus.

Mas, acima de tudo, o mel da montanha é famoso por seu grande poder de cura. Este é o mesmo antibiótico natural do alho, só que mais saboroso.

É simplesmente impossível superestimar suas propriedades benéficas. Este é um medicamento universal para muitas doenças, se as contra-indicações não o obrigarem a recusar o produto. Provavelmente, um livro inteiro não será suficiente para descrever para quais enfermidades e como é usado.

O mel da montanha é um excelente agente tônico, tônico e imunomodulador. Se não houver contra-indicações, é usado no tratamento de:

  • gripe e SARS
  • doenças do trato respiratório superior
  • Câncer
  • doenças renais e hepáticas
  • sinusite, rinite
  • doenças da tireóide
  • doenças ginecológicas, etc.

Existem inúmeras receitas para o tratamento dessas doenças. Eles podem ser usados ​​apenas na ausência de contra-indicações. Portanto, uma consulta médica é obrigatória aqui.


Remédios caseiros para mel

O tratamento com mel sempre foi popular: nos contrafortes, melissa, tomilho, espinheiro, radiola, acácia, abrunheiro, rosa silvestre, cereja de pássaro tornam-se plantas de mel. A dose que irá beneficiar é de 60 a 100 g por dia para um adulto, 30 a 50 g para crianças com mais de 6 anos. Água adoçada pode ser dada a bebês entre 3 e 6 anos de idade. Recomendado para consumir entre as refeições ou à noite.

Existem 2 tipos de aplicativo:

  1. Interno. Coma até 100 g por dia durante 5-6 doses, o curso do tratamento é de 1-2 meses. Pode ser preparado na forma de bebidas, tinturas e misturas medicinais com limão, alho, gengibre.
  2. Externo. Prepare soluções para banhos e compressas, misturas para curativos, pomadas. Para banhos, use uma solução a 30% de água purificada.

Máscaras para cabelo e pele também são populares. A primeira a experimentar e glorificar as propriedades curativas deste produto foi a Rainha Cleópatra, para preservar a sua juventude e beleza, ela levou envoltórios de mel. Já cientistas modernos provaram que o mel da montanha é um enorme benefício para a derme, com essa aplicação, a pele fica limpa e rejuvenescida, as rugas são alisadas. Aqueles que tiveram problemas com pele oleosa e poros dilatados rapidamente esquecem do problema após as primeiras aplicações.

Por que o mel da montanha é útil para o rosto:

  • fecha os poros
  • acelera a divisão celular
  • retém umidade
  • remove acne e cravos
  • ativa a respiração celular
  • uniformiza a pele, torna-a mais clara.

Receita de máscara de lifting

  • mel - 1 colher de chá
  • leite - 1 colher de chá
  • amido de milho - 1 colher de chá
  • sal marinho fino - 1 colher de chá.

  1. Dissolva o mel no leite morno.
  2. Adicione o amido e o sal e triture até obter o mingau.
  3. Aplicar na pele limpa por 25 minutos.
  4. Lave com água quente.

Remédio de mel e aloé

Os medicamentos são feitos de mel com diferentes componentes, uma mistura com aloe é considerada a mais curativa. Recomenda-se tomar para diabetes, problemas estomacais e intestinais, fazer pomadas para abscessos, queimaduras, úlceras. A planta é escolhida com pelo menos 3 anos de idade, para que as folhas tenham tempo de acumular substâncias úteis. Eles são cortados com cuidado, mais perto do tronco, e mantidos no frio por 1 a 2 semanas, embrulhados em papel alumínio.

Receita de infusão para resfriados, bronquite, tosse

  • polpa de aloe - 300 g
  • mel - 100 g
  • vinho tinto - 700 ml.

  1. Moa as folhas de aloe, misture com mel e vinho.
  2. Transfira para uma garrafa de vidro escuro.
  3. Fique no escuro por uma semana.
  4. Beba 1 colher de chá meia hora antes das refeições.

Remédio de mel e alho

Para resfriados, dores de garganta e doenças fúngicas, você pode preparar um remédio com mel, alho e vinagre de cidra de maçã. O alho, como o mel, é um antibiótico poderoso, contém uma grande quantidade de alicina, ajuda na inflamação, coágulos sanguíneos e hipertensão. O vinagre melhora a digestão, combate o colesterol. Você pode armazenar a mistura apenas 5 dias no frio, então ela perde suas propriedades.

Receita para infusão para resfriados e dores de garganta

  • mel - 200 ml
  • vinagre de maçã - 200 ml
  • alho - 10 dentes.

  1. Mate o alho com vinagre e mel até ficar homogêneo.
  2. Insista no dia, tome com o estômago vazio, 2 colheres de sopa. colheres por dia, pode ser diluído em suco ou água.
  3. O curso de tratamento é planejado para 5 dias.
  4. Pausa - 2-3 dias, então você pode continuar.

Remédio de mel, limão e gengibre

Usa-se mel da montanha para tosse e gengibre, essa mistura cura resfriados, alivia a febre, elimina a fadiga e a depressão. O limão é conhecido como um forte antioxidante, o gengibre alivia a inflamação, melhora os hormônios, limpa o sangue e aquece no frio. Complementando as propriedades curativas do mel, esses ingredientes garantem um efeito mais forte. Você precisa armazenar a mistura em vidro, sob uma tampa.

  • mel - 250 ml
  • raiz de gengibre - 250 g
  • limões - 2 unid.

  1. Moa limões e gengibre.
  2. Misture com o mel, transfira para uma jarra.
  3. Cubra com uma tampa, coloque no frio por um dia.
  4. Tome 2-3 colheres de sopa. colheres por dia, para prevenção - 1 colher de sopa. colher.
  5. Consumir de manhã, meia hora antes das refeições, regar com água.


Assista o vídeo: Própolis verde, seus benefícios e como tomar?